Tradições e Superstições

  O espírito de um povo revela-se na sua capacidade de brincar, sorrir e sonhar. É comum, nesta freguesia, encontrar novos e velhos a praticar os jogos tradicionais, com uma competitividade saudável.

  

Jogo do Pião

 Num espaço amplo, de preferência de terra batida, fazia-se uma roda no chão e cada jogador atirava o pião para dentro dela. Enquanto o pião girava, era atingido com sêcas até sair da roda. O jogador só podia voltar a lançar o pião quando isto acontecia.

Existia ainda outra forma de jogar: no terreno era feito um ponto de partida do jogo e noutro ponto era feita uma cova, denominada “nicha”. Os jogadores dividiam-se por duas equipas: uma empurrava o pião para a nicha e a outra tentava evitá-lo. Se o pião entrasse na nicha, cada jogador da equipa perdedora teria de disponibilizar um pião para levar com as sêcas.

 

 Jogo da Malha

 O jogo da malha necessita de 4 malhas (uma peça redonda) de ferro de 15 cm de diâmetro e 3 a 4 mm de espessura e 2 pinos (uma peça cilíndrica) de 20 cm de altura e 4 a 5 cm de secção. Nele participam duas equipas compostas por dois elementos cada uma.

Num terreno plano, colocam-se de pé dois pinos a uma distância que varia entre 15 a 18 metros. Atrás de cada pino, fica um elemento de cada equipa. Estes procuram derrubar o pino, lançando alternadamente as duas malhas que cada um possui.

Por cada derrube conseguido, a pontuação é de 6 pontos, pontuando ainda 3 pontos a equipa da malha que ficar mais próxima do pino, após o final de cada jogada.

O jogo termina quando uma equipa atinge 30 pontos. Uma partida pode ser composta por três jogos, devendo a equipa vencedora ganhar pelo menos dois.

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Ultimas Noticias

Correio da Manhã

Junta de Freguesia de Vinha da Rainha  - geral@jfvinhadarainha.pt - Tel:239587140